Parceiros

AMOMA.

A Associação Moçambicana de Operadores da Madeira (AMOMA) é a entidade líder do projecto. A AMOMA é uma pessoa colectiva de direito privado, sem fins lucrativos conformada na actualidade por 18 operadores concessionários, distribuida em delegações nas Províncias de Cabo Delgado, Nampula, Zambézia, Sofala e Manica. A AMOMA têm como objetivos:

  • Promover melhores práticas de maneio das florestas;
  • Adoptar os Princípios e Critérios para manejar plantações florestais, de modo a obtenção de CERTIFICAÇÃO;
  • Minimizar os impactos das actividades de exploração florestal;
  • Promover a preservação das espécies nativas (plantação ou regeneração natural);
  • Melhorar a comunicação com as entidades do governo local e nacional e outros parceiros;
  • Melhorar a gestão e a comunicação com as comunidades locais.

CONCURSOS AMONA

Contabilista
Direcao executiva
Secretarioa

UEM.

É a entidade responsável da parte de formação sobre gestão sustentável florestal em Moçambique. A Universidade Eduardo Mondlane é a instituição mais antiga de ensino superior em Moçambique, fundada em 1962. Em concreto, a Faculdade de Agronomia e Engenharia Florestal têm mais de 50 anos e na actualidade realiza tarefas de pesquisa e docência na área de Engenharia Agronómica, Florestal e Extensão Agrária.

http://www.agronomia.uem.mz/

Bosque y Comunidad.

É a entidade responsável da gestão do projecto e da parte de trabalho legislativo e establecimiento de mesas de consorcio entre os actores. Esta ONG espanhola com mais de 20 anos de experiência na área de gestão de recursos naturais está estabelecida em Moçambique desde o ano 2010 onde implementa diversos projectos de apoio comunitário e índole institucional. O seu âmbito de trabalho abrange outros países como Marrocos, Guiné Bissau, Perú, Cabo Verde, etc.

http://www.bosqueycomunidad.org/