Projecto anterior

Propuesta: Entre 2015 e 2016 foi implementado outro projecto no âmbito do Programa FLEGT da FAO no Moçambique como o fim de melhorar a representatividade e capacidades do sector privado da madeira no pai.

Nome:

“Fortalecimento das capacidades dos principais intervenientes do mercado da madeira em Moçambique, em especial do sector privado, para a implementação do Plano de Acção FLEGT no país” é financiado por fundos da União Europeia através da FAO.

Objectivo:

Aumentar a consciência e fortalecer as capacidades dos intervenientes o atores do sector da madeira, especialmente do sector privado, na implementação do Plano de acção FLEGT e da gestão florestal sustentável em Moçambique.

Resultados esperados:

  • Incrementada a consciência e conhecimento da governança florestal sustentável e o Plano de Acção FLEGT de Moçambique.
  • Fortalecidas as capacidades dos sócios da Associação Moçambicana de Operadores da Madeira (AMOMA) e o seu rol na gestão florestal sustentável.
  • Melhorada a cooperação entre os principais intervenientes o atores do mercado da madeira através de uma plataforma de parceiros que discutem sobre futuros projectos piloto.

Entidades envolvidas:

  • Associação Moçambicana de Operadores da Madeira (AMOMA)
  • Universidade Eduardo Mondlane,
  • ONG Bosque y Comunidad

Datas:

Junho 2015-Setembro 2016

Orçamento:

Total: 120.618.00 USD

Contribuição parceiros: 20.633,00 USD

Financiamento UE FAO: 99.955,00 USD